Defesa Civil Estadual emitiu alerta para ventos fortes em todo o litoral de São Paulo até amanhã 2f.

Um ciclone extratropical é a principal causa da forte ventania que atingiu a Baixada Santista , no litoral de São Paulo, neste fim de semana, e causou destruição e transtornos à população, segundo explicam meteorologistas. Rajadas de vento que atingiram 108 km/h foram registradas nas cidades da região. Imagens gravadas por diversos moradores mostram a força do vento, que derrubou muitas árvores e também paralisou o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), na altura de São Vicente.



À TV Tribuna, a meteorologista Maria Clara Sassaki explicou que uma frente fria associada a um ciclone extratropical foi o sistema responsável pela ventania que atingiu a Baixada Santista neste sábado.

"O sistema avançou para o sudeste com grande velocidade e as rajadas de vento passaram dos 70 km/h nas áreas costeiras", relatou. Ela ainda informou que é importante ficar alerta para o volume de chuva que deve ocorrer nos próximos dias por conta da presença deste sistema frontal no Sudeste do Brasil.




A Defesa Civil Estadual emitiu alerta, na noite passada, para ventos fortes que podem alcançar de 50 a 80 km/h em todo o litoral de São Paulo até segunda-feira (24). O órgão orienta que, durante o temporal, a população não mexa com cabos de rede elétrica caídos; não se abrigue embaixo de árvores ou coberturas metálicas frágeis e não pratique esportes aquáticos ou influenciados pelo vento, como surf, windsurf, kitesurf.



Fonte: G1