top of page

A web é deles! Com Rebeca no topo, medalhistas brasileiros ganham as redes após sucesso em Tóquio


Levantamento aponta aumento expressivo no número de seguidores de atletas do país.


Os medalhistas brasileiros em Tóquio estão bombando nas redes sociais. É o que aponta um levantamento sobre o aumento do número de seguidores de atletas do país nas redes sociais após as conquistas nos Jogos de Tóquio. Ouro e prata na ginástica artística, Rebeca Andrade é quem mais fez sucesso na web entre os dias 30 de julho e 3 de agosto.

De acordo com números divulgados pela Spark, empresa de marketing de influência, Rebeca cresceu mais de 836% no Instagram, alcançando a marca de mais de 2,2 milhões seguidores. Com a prata no individual geral e o ouro no salto, Rebeca se tornou a primeira ginasta brasileira a conquistar uma medalha olímpica na história. Além disso, se tornou também a primeira mulher do país a ganhar duas medalhas em uma única edição dos Jogos Olímpicos. A ginasta, inclusive, será a porta-bandeira do Brasil na cerimônia de encerramento das Olimpíadas.







Rebeca Andrade é a atleta brasileira que mais cresceu nas redes sociais com o sucesso em Tóquio — Foto: Ricardo Bufolin/ Panamerica Press / CBG


Em segundo lugar no ranking está outra menina que conquistou o coração dos brasileiros nessas Olimpíadas. Rayssa Leal, a Fadinha, teve um aumento de 823% em suas redes sociais. Se antes dos jogos, a medalhista de prata no skate street somava cerca de 700 mil seguidores, hoje a skatista de 13 anos tem mais de 6,5 milhões de fãs na internet.


O terceiro mais bombado na internet é também medalhista de prata no skate street. Kelvin Hoefler teve um aumento de 243% em seu Instagram. Fecham o top-5 a tenista Laura Pigosse, bronze nas Olimpíadas, com crescimento de 215%, e o surfista Italo Ferreira. O primeiro atleta a conquistar o ouro para o Brasil em Tóquio registrou um aumento de 180%.


Fonte: GE

bottom of page